Plano Nacional de Educação garante mais vagas, ensino especial e 10% PIB


O PNE aprovado pelo Senado para o período de 2011 a 2020 tem o objetivo de erradicar o analfabetismo, universalizar o atendimento e ampliar o acesso dos alunos com deficiência à Educação básica e ao Ensino especial, preferencialmente em Escolas regulares
O plano prevê a destinação de 10% do produto interno bruto para a Educação e a qualificação dos profissionais da área, assim como metas para o período. Com tramitação há três anos no Congresso o projeto ainda terá de voltar à Câmara dos Deputados.
INCLUSÃO
A Presidente da Federação Nacional das APAEs Aracy Lêdo juntamente com membros da Diretoria estiveram no Senado Federal acompanhando a votação do Plano Nacional de Educação - PNE.
O plano assegura também à população de quatro a 17 anos sistema educacional inclusivo nas escolas regulares, assegurando também o acesso ao ensino especial para crianças com deficiência, com os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).
O Movimento Apaeano está de parabéns, assim como todos aqueles que apoiaram todas as formas de manifestações a favor das escolas especiais continuarem a oferecer uma educação a todas as Pessoas com Deficiência em coexistência com as escolas regulares.
ACPM - FEDERAÇÃO RS. Tecnologia do Blogger.