Histórico

FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES E CÍRCULOS DE PAIS E MESTRES DO RIO GRANDE DO SUL 


            Entidade constituída em 26 de setembro de 1984 como Associação dos Círculos de Pais e Mestres de Porto Alegre; teve alterado sua denominação em 24 de agosto de 1985 para Associação dos Círculos de Pais e Mestres do Rio Grande do Sul e, em 04 de maio de 1991, passou à denominação atual, permanecendo como uma entidade civil de direito privado, de caráter educativo, cultural, desportivo, assistencial, representativo, sem fins lucrativos nem cunho político partidário ou religioso, que emprega suas rendas no território nacional.

            A entidade tem como objetivo principal, integrar e representar os Círculos de Pais e Mestres e associações congêneres ou afins, das escolas das redes públicas, federal, estadual e municipal do Rio Grande do Sul, e seus associados perante o Poder Público Federal, Estadual e Municipal do Brasil, as escolas e suas comunidades.

            São associados da entidade, os Círculos de Pais e Mestres - CPMs, bem como as associações congêneres e afins existentes em escolas públicas no Estado RS, representados por seus Presidentes e Vice-Presidentes.


O PAPEL DA ACPM - FEDERAÇÃO

ANOS DE LUTAS E AÇÕES

CARACTERIZADAS PELO TRABALHO RESPONSÁVEL,

PERSISTENTE E VOLUNTÁRIO



FINALIDADES

Representar as entidades associadas, como órgão de classe da categoria, assim como os seus associados;

Reivindicar em nome das entidades associadas;

Orientar as entidades associadas quanto às suas atribuições, aspectos jurídicos, administrativos e funcionais;

Promover a escola, a família, a educação, a participação da comunidade no aperfeiçoamento do processo educacional.

   

OBJETIVOS -  Integrar e representar os CPMs e Associações congêneres ou afins, das escolas das redes públicas – federal, estadual e municipal, perante o poder público, as famílias, as  escolas e suas comunidades.



ATIVIDADES - Realização de reuniões, cursos, encontros, seminários, buscando a formação e qualificação das diretorias e conselhos fiscais dos CPMs/APMs, bem como tratar dos diversos temas relacionados direta ou indiretamente com a educação.



ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA:

Conselho Geral (órgão deliberativo).

Diretoria Estadual (órgão executivo, encarregado de dirigir, organizar e coordenar as  atividades da ACPM).

Coordenações Regionais (organismos representativos em níveis regionais).



PARTICIPAÇÃO em CONSELHOS e COMISSÕES:

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO - CEED

CONSELHO ESTADUAL  DO  FUNDEB

CONSELHO ESTADUAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR - CEAE

CONSELHO ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - CEDICA

     CONSELHOS MUNICIPAIS:  Educação, Entorpecentes, da Criança e do Adolescente



 
ACPM - FEDERAÇÃO RS. Tecnologia do Blogger.